sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Mais um selinho/desafio


Oferecido pela minha Querida Amiga Ana Paula. Obrigado mais uma vez, Linda :-)

As regras são:
1. O vencedor recebe o prémio e poderá colocá-lo no seu blog; (acho que não devia ser poderá mas sim deverá)
2. Deveremos fazer referência à pessoa que nos endereçou o miminho
3. Enviar o mesmo prémio para sete pessoas cujo blogs sejam uma inspiração
4. Deixar um comentário nos blogs seleccionados permitindo assim que eles saibam que foram presenteados e quem os presenteou

E os resultados são:
Tcham! Tcham! Tcham! Tcham!


Seguem já a seguir após um breve intervalo...


Deixando a brincadeira e passando a coisas sérias:
1. Feito
2. Tratado logo no inicio para não perder tempo!
3. A parte mais dificil, as desafiadas são:
* A menina que me enviou mas não vale para a contagem
* Mãmã Paula - http://paulaefilhotes.blogspot.com/
* Mãmã Sofia - http://piolhitobruno.blogspot.com/ (privado)
* Mãmã Rute - http://diario-o-meu.blogspot.com/ (privado)
* Mãmã Inês - http://tempestivas.blogspot.com/ (privado)
* Mãmã Sónia - http://bigitaameditar.blogspot.com/
* Mãmã Marta - http://principegoncalinho.blogspot.com/ (privado)
* Mãmã Ana Guida - http://o-kikinho.blogspot.com/
* Mãmã Paulicas - http://anossabeatriz.blogspot.com/ (privado)
* Mãmã Luísa - http://soldeoutubro.blogspot.com/

4. Assim que termine vou avisá-las

Sei que ultrapassa as sete mas como geralmente são dez, eu aproveito a dica e fico ao meio! Mas as regras não são estas!!!!
Eu gosto de ser diferente...

quarta-feira, 29 de outubro de 2008



Em 2006, fomos ao Zoo Marine e ele trouxe de lá um peluche em formato de Golfinho que produz a "voz" dos magníficos bichinhos.
O peluche servia de "bibelou" até à cerca de quatro meses, em que o B. passou a dormir agarrado a ele. Sempre que se deita, é vê-lo à procura do seu amiguinho e se por acaso não o encontra está tudo "estragado".
De manhã e para que acorde bem disposto, costumo pôr o Golfinho a "chamá-lo".
Quando era bébé tinha o seu Ó-Ó, agora tem o seu Golfinho.

No Domingo passado, o Avô teve que ir à terra e a Avó ficou sozinha com a gata. Como sei que ela tem medo de ficar sozinha, principalmente à noite, perguntei ao B. se ele não queria ir fazer companhia à Avó, dormindo lá com ela essa noite. Perguntou porquê, ao que lhe respondi que a Avó tinha medo de estar sozinha.
Resposta pronta:
"- Mãe, eu empresto o meu Golfinho à Avó para que ela não fique sozinha e não tenha medo."

O meu filho é o máximo, abdicava do seu amigo, da sua companhia, para que a Avó não se sentisse só. Fiquei enternecida com as suas palavras.
Expliquei-lhe que a Avó iria adorar mas que o bom mesmo, era ele ficar lá também. E assim foi, lá o fui deixar, a ele e ao Golfinho.

domingo, 26 de outubro de 2008

Adivinhem...

De onde escrevo este post!
Pois bem, eu digo!
No quentinho da minha casa, em cima da minha cama!!!
Não sei se sabem mas eu não tinha PC em casa mas como o R. voltou a ser estudante, tivemos que antecipar este investimento e adquirimos um Portátil.
Agora já posso vir visitar-vos ao fim de semana e até escrever algumas coisitas.
Não posso é monopolizar o PC pois o será a dividir pelos dois, pois o do B. está para chegar, vamos oferecer-lhe o Magalhães.
Para quem não tinha nenhum computador, vamos passar a ter dois.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Emoções de Uma Mãe de Um Estudante

A vida estudantil dos nossos filhos, trazem muitas emoções.
Na altura do ínicio do ano escolar, senti todas aquelas emoções que aqui descrevi.
Ontem senti mais uma, que me deixou de coração cheio, de sorriso nos lábios, de felicidade no rosto (tive que ir buscar um lençol para não molhar o chão, tanta era a minha baba).
Ontem pela primeira vez, ouvi o meu filho a ler. A ler, imaginem...
A professora optou pelo método das 28 palavras, onde vão começam por aprender certas palavras que irão originar outras. As primeiras são menina e menino e depois seguem outras com as sílabas destas.
Ontem quando chegou a casa, disse que o TPC era ler o caderno. Depois do jantar lá nos dedicámos à leitura. Assim, que abriu o caderno e estando a palavra "menina" separada, logo me explicou que eram as "síbalas".
Depois de o ter corrigido, começou a leitura: menina, nina, nini, mena (que não acertava nem por nada), a seguir veio menino, nino, nome (esta com alguma dificuldade). Tive que lhe explicar algumas coisitas mas poucas, as letras A e O sozinhas têm uma entoação diferente, o E sem acento também. Pequenas coisitas como estas, que para ele são "gigantes".
Mas achei lindo, ele com o seu dedo passar por cima da letras e ir lendo as sílabas. Emocionante mesmo.
Qualquer dia em vez de ser eu a ler-lhe uma história, já é ele que me lê a mim.

Imagens retiradas da net

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Como ando muito preguiçosa e sem inspiração, a minha querida amiga achou por bem "obrigar-me" a escrever desafiando-me.
E como não posso deixar de responder a um desafio, aqui vai:
* Há 10 anos: Andava iludida com a vida, julgava que bastava um amor e uma cabana e tudo seria um Mar de Rosas. Saimos da casa dos nossos pais para uma só nossa, alugada, o Nosso Primeiro Ninho.
* 5 snacks: cachus, pinhões, batatas fritas, bolachas
* 5 canções que sei de cor: atirei o pau ao gato, parabéns a você, algumas dos Delfins e Pedro Abrunhosa
* 5 coisas que não voltaria a vestir/calçar: mini-saias, saias rodadas, saias plissadas
* 5 brinquedos que gosto: brincar com o meu filho, jogos de computador que envolvam pensar, puzzles
* 5 blogs que desafio: esta é mais complicada e como gosto de ser/fazer diferente, desafio quem por aqui passar e que se sinta desafiada/o

Já está e não custou muito
;-)

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Ando muito preguiçosa e não sei o que hei-de escrever.
A vidita lá vai seguindo sem grandes novidades.
O B. parece ir bem na escola, avaliando pelos "certos" que traz nos seus livros e pelas conversas "inteligentes" que tem connosco à mesa, quando (todo contente e com ar de doutor) nos tenta ensinar o que aprendeu na aula.
Nos tempos que correm, os miudos aprendem as coisas mais cedo, matérias que apenas dei na terceira e quarta classe, já o B. fala delas, o exterior e o interior, a direita e a esquerda (que ele já sabia distinguir), o dentro e fora, o mais que e o menos que...
Lembro de na primeira classe, quase que aprender apenas as vogais e as consoantes e pouco mais. Hoje sinto que os miudos vão muito mais à frente!!! E ainda bem!!!

Ana Paula, já cá está e mais completo e tudo, lol!

Este post surgiu na sequência de uma conversa por messenger, onde eu dizia que não sabia o que dizer e acabei por criar um post. Dando largas à escrita, saiu o que podem ler lá em cima.

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Só para que fique registado:
Aos 6 anos, 5 meses e 12 dias (22 Set. 2008) o B. pesava 29 kilos e media 1,22m.
Está no percentil 95 em tudo.

Não faço ideia onde irá parar!!!! O pediatra acha-o "gordo" mas os meus olhos não me dissem isso, está um pouquinho mais reconchudo é verdade mas não o acho gordo, ele é massiço por isso pesa tanto. E para a altura que tem acho que está equilibrado.

Peço desculpa...

Às minhas visitas que cá vêm à procura de novidades nossas mas o tempo/vontade/inspiração andam escassos por estes lados.
O B. lá vai seguindo em frente na escolinha, já aprendeu algumas coisitas, outras relembrou e até agora parece ser um aluno aplicado.
Já começou as suas actividades desportivas: Futebol ao Sábado, Natação à Quarta e Ginástica à Quinta, o que para ele é novidade (na semana passada chegou todo contente pois tinha aprendido a dar cambalhotas).

Em relação aos TPC, todos os dias traz alguns para fazer, não são muitos, um exercício ou dois, em que cada dia é de uma "disciplina". Fá-los no ATL, apenas traz para casa os de sexta-feira.
Todos os dias vejo a sua mochila e os seus cadernos, gosto de saber o que ele aprendeu e incentivá-lo a fazer melhor.